chuva

Gramado encharcado no Anníbal Batita de Toledo (Foto: Rafael Bessa)

O gramado encharcado parou Aparecidense e Goiás no primeiro confronto da final do Campeonato Goiano. Principalmente no primeiro tempo, quando a bola pouco rolou, os dois times encontraram muitas dificuldades e ficaram no empate sem gols, neste domingo, no estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo, em jogo no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Apesar de ter feito a melhor campanha na competição, o Goiás não possui vantagem no confronto. Assim, novo empate entre as equipes leva o confronto para os pênaltis

O JOGO

O primeiro tempo teve mai chuva que futebol. Com dificuldades para trocar passes, o confronto foi mais físico que técnico. Sem cerimônia, a defesa da Aparecidense apostou na ligação direta com o Uéderson pela ponta esquerda. Em três confrontos com o adversário, o atacante levou a melhor. Em uma delas, foi derrubado na área, mas o árbitro não marcou pênalti.

O Goiás só melhorou quando Carlos Eduardo sofreu uma lesão no tornozelo e deixou o time. O gramado também passou a ter melhores condições nos minutos finais do primeiro tempo. Foi neste período que o esmeraldino quase marcou, em duas tentativas de cabeça. Uma com Jr. Viçosa, outra com o Maranhão. Ambos pararam em Busatto.

No segundo tempo, com o gramado melhor, o Goiás foi o dono do confronto. E foi sempre pela esquerda, seja com Maranhão ou Breno. Em uma das investidas, o lateral cruzou forte e a defesa impediu o gol. O técnico Hélio dos Anjos quis aproveitar o bom momento na partida e colocou Michael em campo.

Mas o atacante não entrou bem. O Goiás insistiu no jogo aéreo, mas Mirita e Thiago Carvalho mantiveram o bom desempenho para segurar o ataque esmeraldino. A Aparecidense sentiu o desgaste do gramado pesado e pouco se arriscou. Mas, nos minutos finais da partida, quase conseguiu o gol que seria da vitória.

Aos 44, Cristian chutou forte e Marcelo Rangel fez ótima defesa. No rebote, livre na pequena área, Nonato cabeceou e desperdiçou a chance mais clara de gol da partida. Com o gramado encharcado, as duas equipes adiaram a grande decisão do Goianão, entre Goiás e Aparecidense

FICHA TÉCNICA

Aparecidense 0x0 Goiás

APARECIDENSE

Busatto; Everton, Thiago Carvalho, Mirita e Gleidson (Pará); Tiago Ulisses, Araújo, Uéderson (Cristian) e Washington (Gilvan); Alex Henrique e Nonato. Técnico: Márcio Azevedo.

GOIÁS

Marcelo Rangel; Caíque Sá, David Duarte, Raphael Silva e Breno; Madison, Leo Sena e Giovanni; Maranhão, Carlos Eduardo (Alex Silva) e Jr. Viçosa (Lucão). Técnico: Hélio dos Anjos

Gol: Não houve

Cartões amarelos: Leo Senna (Goiás)

Árbitro: André Luiz Castro

Assistentes: Bruno Pires (Fifa) e Tiago Gomes

Local: Estádio Anníbal Batista de Toledo.

 

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação