helio.rosironrodrigues

Hélio dos Anjos ignorou favoritismo do Goiás na final (Foto: Rosiron Rodrigues)

 

O empate sem gols com a Aparecidense não foi comemorado pelo técnico do Goiás, Hélio dos Anjos. Apesar da vantagem de jogar no Serra Dourada, o treinador afastou o rótulo de favorito e convocou a torcida para o segundo jogo, que será disputado no próximo domingo, em Goiânia.

“Está totalmente aberto. O time da Aparecidense cresce no Serra Dourada. Mas nós temos um modelo de jogo e não deixamos ninguém crescer em cima da gente. A Aparecidense terá de tomar uma posição. Vamos nos impor e se conseguirmos fazer isso, podemos ganhar. Vai ser um jogo bem aberto, semana de total dedicação”, declarou o treinador.

Hélio dos Anjos está em busca quinto título estadual, já que conquistou o torneio em 1999, 2000, 2009 e 2015, todos eles pelo Goiás. Antes da partida, o treinador falou sobre a pressão que carrega por ter forte história no clube e que seria o grande culpado, caso o time fosse eliminado na semifinal do Goianão.

Sobre a chuva, o treinador disse que o Goiás poderia ter melhor sorte se o gramado não estivesse tão pesado.

“Nosso time é de toque de bola. Se pegar nossas estatísticas, já chegamos a trocar mais de 500 passes em um jogo só”. “A gente não rendeu nas melhores condições, mas foi por conta do campo. O prejuízo foi por conta das condições climáticas, completou o treinador.

DÚVIDA

No início da partida, o atacante Carlos Eduardo deixou o campo com dores no tornozelo esquerdo e será avaliado durante a semana. O jogador já está em tratamento para estar em campo no domingo, decisão do Goianão, contra a Aparecidense, no Serra Dourada.

 

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação