(Arte: Matheus Carvalho/Portal 730)
acg
Em 2018, a direção do Atlético traça metas ousadas para as disputas dos campeonatos Goiano, Brasileiro e Copa do Brasil. O Dragão sempre opta por montar um time barato, já que sua condição financeira é consideravelmente inferior comparado aos grandes clubes do país. Nas três últimas temporadas, o Atlético não conseguiu sequer chegar à final do Goianão. Porém o rubro-negro tradicionalmente chega com uma equipe ofensiva e que dá trabalho aos rivais.

Ao final do Brasileirão Série A de 2017, a diretoria atleticana optou por manter a base do time titular. Sete remanescentes já estavam praticamente confirmados, porém André Castro e Gilvan deixaram o clube e Luiz Fernando foi negociado. Com isso, o rubro-negro agora conta com uma base de quatro jogadores. Estes terão novos companheiros em 2018, que prometem dar muita dor de cabeça nas escalações do técnico João Paulo Sanches.

Opinião da 730: briga pelo título

Fala, diretoria!

dir atletico adson batista

Com quatro títulos do Goianão no currículo (2007, 2010, 2011 e 2014), o vice-presidente e diretor de futebol Adson Batista se mostra otimista com a disputa do estadual. Segundo ele, o foco do clube atleticano nesta edição é sem dúvidas conquistar o titulo. Com Adson na direção, o rubro-negro chegou à final do torneio por oito oportunidades.

“São quatro títulos importantes para minha carreira e neste ano quero dar mais um ao torcedor. Mas sempre pregando todo o respeito ao adversário, já que participamos de um campeonato com muitas dificuldades. Estamos confiantes e o elenco está recheado de jogadores com qualidade técnica. Vamos valorizar muito nosso primeiro campeonato do ano e trabalhar em busca de chegar à final e, na sequência, ao título”, afirma Adson.

O papo do técnico

tec atletico jp sanchesO jovem João Paulo Sanches, de 37 anos, é o responsável pelo comando técnico do Atlético. Após um bom aproveitamento no Brasileirão Série A do último ano, foi efetivado pela direção para a disputa do estadual. A pressão pela conquista do título após três anos sem o clube sequer chegar à final do torneio não abala o jovem treinador, que prega respeito aos adversários do interior.

“Passamos para os atletas que a última conquista estadual foi apenas em 2014, e que o Atlético pela sua grandeza tem por si só o objetivo do título. Mas temos que respeitar todos os jogos e todos os adversários. São 14 partidas antes de chegar à semifinal e temos que valorizar todos da mesma forma. A expectativa é de chegar à final e, consequentemente, ao título. Mas sabemos das dificuldades do campeonato”, afirma Sanches.

Uma das feras

jog atletico fernandesCom a venda do garoto Luiz Fernando para o Botafogo, o Atlético conta passou a contar com o meia Fernandes, que foi incluído na negociação. A eficiência nos passes e seu grande potencial fizeram com que a diretoria do Dragão criasse uma grande expectativa neste jogador, que tem passe vinculado ao Atlético. Além de Fernandes, o atacante Vinícius Tanque também teve uma porcentagem vinculada ao Atlético com a venda de Luiz.

“Hoje em dia é muito complicado separar o grande do pequeno. O futebol está muito disputado e é lá dentro de campo que veremos quem é quem. Tudo pode ocorrer durante os 90 minutos. Estamos nos preparando a cada dia e o grupo está treinando muito forte para, quando chegar ao campo, conseguir os bons resultados para o Atlético”, ressalta Fernandes.

Confira a tabela completa do Goianão 2018

Elenco

Goleiros: Kléver, Lucas Frigeri e Lucas
Zagueiros: William Alves, Lucas Rocha, Hugo Gomes e René Santos
Laterais: Jonathan, Bruno Santos e Denilson
Volantes: Rodrigo, Irlan, Diego Valderrama e Diego Silva
Meias: Jorginho, Luiz Felipe, Roger, Tomás Bastos e Fernandes
Atacantes: Vinicius Tanque, Élder Santana, Tito, Edson Júnior, Wesley Natã e Chiquinho

Obs.: O Atlético ainda pretende contratar mais dois laterais (um direito e um esquerdo) e um atacante de velocidade.

Ficha técnica

Fundação: 2 de abril de 1937
Presidente: Maurício Sampaio
Estádios: Antônio Accioly: 3,900 torcedores; Olímpico: 12,055 espectadores; Serra Dourada: 42.000 torcedores.
Melhor campanha: 13 vezes campeão (1944, 1947, 1949, 1955, 1957, 1964, 1970, 1985, 1988, 2007, 2010, 2011 e 2014)
Em 2017: quarto colocado

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação