Sagres A Caminho da Copa

(Foto: Futebol Goiano)
img 20180118 wa0115
Os cerca de três mil torcedores que foram ao Jonas Duarte não esperavam um jogo com tantos gols. O Anápolis até esteve à frente de seu adversário, o Rio Verde, por duas oportunidades. Porém o Verdão do Oeste conseguiu a virada nos minutos finais. Final: 3 a 2. A noite desta quinta-feira (18) foi especial para o atacante Saulo, que balançou as redes por duas oportunidades.

Classificação

Grupo A
1º Rio Verde - 3 pontos

Grupo B
4º Anápolis - 0 ponto

1º tempo

Vice-campeão da penúltima temporada, o Anápolis buscava fazer bonito perante sua torcida. Aos 35 minutos, o zagueiro Diego Macedo subiu mais que a defesa adversária para abrir o placar. Mas a alegria durou pouco, já que aos seis minutos depois Vitinho empatou para o Rio Verde.

2º tempo

A segunda etapa reservava muitas emoções ao torcedor do Anápolis, que vibrou com o gol de Daisson logo aos 2 minutos. Por mais uma vez, o tricolor da Boavista teve o resultado em suas mãos. Mas aos 13, Saulo empatou. A partida ficou truncada, até que aos 40 o atacante Saulo fez o segundo dele no jogo e o terceiro do Rio Verde.

Próximos jogos

Domingo – 16h30
Iporá x Anápolis - Estádio Ferreirão

Domingo – 17h00
Rio Verde x Aparecidense – Estádio Mozart Veloso do Carmo

Ficha técnica

Jogo: Anápolis x Rio Verde
Data: 18 de janeiro de 2018
Horário: 20h30
Estádio: Jonas Duarte

Árbitro: Jefferson Ferreira
Assistentes: Leone Carvalho e Tiego dos Santos

Gols: Diego Macedo (35’ 1ºT) e Daisson (2’ 2ºT) para o Anápolis; Vitinho (41’ 1ºT), Saulo (13’ e 40’ 2ºT) para o Rio Verde.

Renda: R$ 90.290,00
Público pagante: 3.016 pagantes 

ANÁPOLIS: Éder; Neilson, Diego, Robson e PV; Bulhões, Everton, Gleyson e Laionel; Schwenck e Daisson. Técnico: Karmino Colombini
RIO VERDE: Fernando; Baroni, Anderson, Ricardo e Jeanzinho; Peu, Cláudio, Rangel e Vitinho; Bruninho e Jean. Técnico: Jorge Luiz