Sagres A Caminho da Copa

O empate da Anapolina com a Aparecidense na noite da última quarta-feira (31), por 1 a 1, foi apenas um detalhes em relação aos ocorridos durante e após a partida. O presidente da Rubra, Paulo Neli, alegou que o árbitro André Luiz Castro estaria prejudicando a Anapolina e o ameaçou de morte (veja a súmula). Além disso, a expulsão de um jogador da Xata ainda no 1º tempo motivou o departamento de comunicação do clube a disparar ofensas a André no Twitter (leia mais).

(Foto: Vinícius Tondolo / Futebol de Goyaz)
paulo nelli anapolina ameaca arbitro

Um dia após a divulgação da súmula da partida contendo as ameaças contra o árbitro, o presidente da Rubra concedeu entrevista ao programa Debates Esportivos, da RÁDIO 730, e aproveitou o espaço para se desculpar com o árbitro André Luiz Castro.

“Realmente aconteceu, eu perdi a cabeça. Inclusive, quero me desculpar com o próprio André Luiz Castro e com a torcida da Anapolina. Todo começo, intervalo e final de jogo eu vou para o vestiário direto, mas nessa quarta-feira infelizmente perdi a cabeça e me dirigi acintosamente ao André, o ofendi e quero me desculpar”, disse Paulo Neli.

Podcast

> Ouça a entrevista completa do presidente da Anapolina Paulo Nelli <

O histórico de reclamações

O presidente da Anapolina relembrou que o time já havia sido prejudicado em rodadas anteriores. Segundo ele, o excesso de erros contra a Rubra foi o que motivou as ameaças e críticas. “Pela arbitragem como um todo. Não é o primeiro jogo em que coisas estranhas acontecem contra a Anapolina. Na partida contra o Anápolis, foi anulado um gol legítimo. Neste mesmo jogo, o juiz deu um pênalti aos 47 minutos, mas dois jogadores do Anápolis estavam impedidos na jogada”, concluiu.