Sagres A Caminho da Copa

 batata vila novaO volante Batata é mais um dos jovens jogadores da base do Vila Nova que vão participar do elenco profissional colorado na temporada de 2018. Ele comentou sobre a oportunidade e destacou que ficou feliz e animado com a notícia.

- Eu fiquei muito feliz quando fiquei sabendo da notícia. Eu estava voltando pra poder treinar para a Copinha, aí eu fiquei sabendo da notícia pelo Miller. Eu fiquei muito feliz. Fique triste por não poder participar da Copinha dessa vez, só que quando eu soube que o Hemerson Maria tinha me chamado pra subir para o elenco profissional da próxima temporada eu fiquei muito feliz.

Baltazar, só que mais conhecido como Batata, contou o porque desse apelido. O jogador afirma que nunca soube o motivo, mas que era chamado assim desde pequeno.

- Nem eu sei. Foi quando eu nasci, aí meu pai inventou esse apelido pra mim e pegou. Meu nome verdadeiro é o mesmo do meu pai, Baltazar. Já me perguntaram se eu preferia Batata ou Baltazar só que pegou Batata, então continuou.

Com apenas 17 anos, Batata falou sobre suas inspirações no futebol e uma delas chama a atenção, por se tratar de Robston, ex-jogador do Vila Nova, Atlético-GO e Anápolis. Para Batata, Robston é um jogador qualificado e sério e contou que tem características parecidas com a do polêmico volante.

- Eu sempre me espelhava no Robston dentro do Vila, pela experiência dele, achava um jogador muito sério, muito qualificado, gostava muito do jogador. Dentro de campo. Meu espírito muda, igual o dele. Ele é um líder dentro de campo. Até porque dentro do Vila, ele era o capitão, tinha liderança sobre tudo.

(Entrevista feita pelo repórter Pedro Henrique Geninho)