Sagres A Caminho da Copa

brunao vila nova

Um dos atletas que foram remanescentes da base ao profissional do Vila Nova em 2017, o zagueiro Brunão conversou com a RÁDIO 730 e falou sobre a expectativa para a temporada 2018 com a camisa colorada e também sobre o seu sonho realizado participar da equipe principal do clube.

- O ano de 2017 foi um ano excelente para mim, onde pude realizar um sonho de moleque, que era estar atuando na equipe profissional e graças a Deus eu tive essa oportunidade de vestir a camisa do Vila e poder ter a oportunidade de mostrar meu futebol para o Brasil todo. Só tenho a agradecer a diretoria do Vila e aos treinadores pelas oportunidades que me deram. Eu perdi um pouco de espaço para o Wesley Matos e o Alemão com passagens em grandes clubes. Esse ano de 2018 é um ano onde posso estar me firmando e crescendo profissionalmente.

Mesmo no time profissional, Brunão ficou marcado negativamente por conta da falha no jogo contra o Vasco, no jogo pela segunda fase da Copa do Brasil. Na ocasião, Brunão tentou tirar a bola de perigo da área do Vila, mas acabou dando um passe para o meia Wagner, do time carioca, marcar o gol que sacramentou a eliminação do Vila Nova na competição nacional.

Brunão conta como passou por aquele momento difícil na sua carreira e revelou que sofreu ameaças por parte de alguns torcedores.

- Foi um jogo que eu estava atuando bem. Eu entrei na partida para parar o Kelvin. Nessa partida, ele realmente não fez nada. No momento da falha, eu esperava a torcida me apoiando ou dando força, mas recebi várias mensagens de torcedores me xingando, ameaçando a mim e a minha família. Mas foi um momento onde eu parei pra pensar e foquei. Grandes jogadores erram e eu era apenas um que estava começando a carreira, então eu foquei, procurei Deus e me mantive firme.

O atleta também contou que outros times o observaram. De acordo com Brunão, dois clubes do futebol paulista estiveram interessados em saber mais sobre seu futebol, mas não vieram propostas. Ele também comentou sobre uma renovação com o Vila Nova.

- O Vila já me procurou. Estive renovando com o Vila. Tive observação de vários outros times, mas nenhuma proposta chegou até o Vila pelo que eu saiba. A Ponte Preta tinha me procurado e o Corinthians, que estava em observação. Foram esses dois clubes que eu fiquei sabendo.

(Entrevista feita pelo repórter Pedro Henrique Geninho)