vila nova base

O ex-diretor das categorias de base do Vila Nova, Roni Faleiros, falou com a RÁDIO 730 com exclusividade e fez criticas duras ao modelo de administração do atual presidente do clube, Ecival Martins. De acordo com Roni, muitos jogadores passam pela base, mas poucos são aproveitados pelo clube.

- Há coisas no Vila que são complicadas, pois as coisas não são feitas como se fosse pra gente. No meu comércio, eu toco como se fosse pra mim, meu negocio é meu, vou tocar como se fosse pra mim. No Vila Nova, como é pro Vila, as pessoas tocam o negócio de qualquer maneira. Não estão nem aí porque é o dinheiro do Vila. A gente que trabalha na base tem 3 anos, vimos vários jogadores passando pela base, e muitas vezes a gente tem que ouvir que a base não revela. A base do Vila revela muito, só que é mal aproveitado por conta de outros interesses. Quando a gente entra no Vila, é uma decepção muito grande. Quando um clube não tem dinheiro, ele tem que usar a criatividade e no Vila não se usa isso.

Roni Faleiros também comentou sobre a política do Vila Nova de contratar muitos jogadores ao invés de aproveitar a base do clube. De acordo com o ex-diretor, muitos atletas vinham para o Vila ganhando um alto salário mostrando muito pouco e isso prejudicava o clube em muitos sentidos.

- O Vila Nova contratou muitos jogadores que não deram nem um chute na bola. Esses jogadores tiveram um custo para o Vila de mais de 250 mil. Aí você pega uma base que tem uma folha de pagamento de menos de 30 mil e os bons atletas que a gente tem contrato e aí contratam jogadores que não dá um chute, pagando mais de 20 mil, e muitas das vezes um desses jogadores paga a folha salarial da base inteira. Nós da base, ficamos com três ou quatro meses de salários atrasados, e a maioria das pessoas é pai de família e tem um sonho. Não somos valorizados.

Apesar de tudo, Roni disse que a pressão para dar mais oportunidades aos garotos do Vila está grande, mas que serão poucos jogos e isso só acontece por conta da situação financeira difícil que o Vila Nova está vivendo.

- A pressão para colocar esses meninos pra jogar no Vila está grande. Está grande porque não se tem dinheiro no Vila. O Vila está quebrado. Vai botar no início por conta da situação. Alguns atletas já me falaram, eles vão ter três jogos ali de oportunidades e se não tiver resultado, o Vila vai estar trazendo outros jogadores no lugar deles. Pra você lançar um jogador de base, você tem que ter um time bom, time que já tem uma base. Time que já tem isso, você lança um atleta. Como que vão lançar esses meninos? Não tem como. Vão lançar esses jogadores e vão queimar esses atletas. E olha que esses meninos que subiram, o Jacaré, o Rodrigo, o Batata, eles tem um potencial enorme. É jogador pro Vila ganhar milhões. O risco de queimar esses atletas vai ser muito grande, porque vão lançar eles em um time que está em formação, a gente não sabe nem como vai ser esse time e sobre uma pressão muito grande. 

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação