Sagres A Caminho da Copa

maguinho lateral
(Foto: Douglas Monteiro/VNFC)

Líder do Grupo B, o Vila Nova surpreendeu muita gente neste início de Campeonato Goiano, principalmente nas vitórias nos dois clássicos, contra Goiás e Atlético. Em quatro rodadas foram duas vitórias e dois empates, com oito pontos conquistados e o status de ser o único time que ainda não perdeu na competição.

Um dos destaques do Vila Nova nas últimas temporadas, o lateral Maguinho credita o bom momento do Tigre ao comprometimento da equipe. “O nosso segredo é o trabalho. Acho que a gente vem trabalhando bem, a equipe toda está comprometida e vamos continuar assim até conseguirmos nosso primeiro objetivo que é a classificação para a fase final”.

Maguinho chegou ao Vila Nova em 2016 e de lá para cá, fez 89 jogos com a camisa colorada. Foi no Tigre, inclusive, que o jogador mudou de posição, deixando de ser volante para atuar na lateral-direita. 2018 mal começou e, em quatro partidas, Maguinho já fez um gol e deu uma assistência. De acordo com o camisa 2, este bom início já era esperado.

“Fico muito feliz por estar ajudando a equipe. Eu imaginava sim, porque desde que fui para as férias uma coisa que eu tinha em mente era procurar evoluir. Já estou indo para a minha terceira temporada no Vila Nova e não dá para ficar “estacionado”, o futebol precisa que a gente evolua. Outra coisa, ficar três anos em um clube como o Vila Nova é difícil, então eu sei da minha responsabilidade. Por isso, procuro aprimorar a cada dia para estar ajudando tanto com gols, assistências e na marcação”, comenta.

Há três rodadas, o técnico Hemerson Maria vem repetindo o time titular do Vila Nova nas partidas. Porém, na quarta-feira (31) o time encara o Rio Verde fora de casa; no sábado (3) tem pela frente o clássico diante do Goiás e já na próxima semana, a estreia na Copa do Brasil. Qual o segredo do Vila para essa maratona nos próximos dias?

 “O principal fator disso é a organização, o padrão que a equipe consegue colocar dentro dos jogos. Mas não dá para negar que é desgastante, foram quatro jogos em 10 dias. Nossa equipe técnica vai trabalhar, fazer um planejamento para a equipe manter esse padrão durante essa sequência”, afirma Maguinho.