Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Leia mais...O governo da Flórida confirmou 17 mortes devido a um tiroteio em Stoneman Douglas High School, em Parkland - uma escola de ensino médio na Florida. A polícia divulgou a identidade do suspeito, o ex-aluno da escola Nikolaus Cruz, de 19 anos, que está sob custódia policial. Ele havia sido expulso da escola por razões não reveladas até o momento.

Além das vítimas confirmadas, as autoridades afirmaram que há outros jovens feridos em hospitais, alguns em estado grave. O FBI e a polícia estão investigando quais foram as motivações para o ataque.

Em uma entrevista coletiva transmitida pelas redes de TV americanas, a polícia da Flórida disse que o jovem tinha um rifle R-15.

No Twitter, o presidente Donald Trump enviou condolências às famílias que perderam entes queridos. “Minhas orações e condolências aos familiares das vítimas do terrível tiroteio na Flórida. Nenhuma criança e professor nunca deveriam se se sentir inseguros em escolas americanas”, escreveu em sua conta.

O tiroteio foi informado à polícia por volta de 15h no horário local (18h no horário brasileiro de verão).

A escola tem cerca de 3 mil alunos de várias nacionalidades. O consulado brasileiro em Miami informou que há alunos brasileiros na escola, mas nenhum entre os feridos e vítimas.

Da Agência Brasil

Leia mais...A esposa de um dos filhos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi levada nesta segunda-feira (12) a um hospital de Nova York para ser avaliada por um médico após abrir uma carta suspeita que tinha sido enviada para sua casa, informaram veículos de imprensa locais. 

A carta, dirigida a Donald Trump Jr., foi aberta pela sua mulher, Vanessa, e continha um pó branco sem identificação, segundo o canal ABC News. Tanto ela como outras duas pessoas foram descontaminadas pelos bombeiros no local e levadas a um hospital próximo, por precaução. Segundo veículos de imprensa locais, aparentemente todos passam bem.

Por enquanto, não há mais detalhes da situação, mas segundo a imprensa não há nenhuma indicação de que o envelope contivesse alguma substância perigosa ou agente biológico.

Da Agência Brasil

O ministro de Transportes da Rússia, Maxim Sokolov, que lidera a comissão governamental encarregada de investigar o acidente com o avião bimotor AN-148, que caiu nos arredores de Moscou neste domingo (11) e matou as 71 pessoas que estavam a bordo, indicou que para identificar as vítimas serão necessários exames de DNA.

Segundo dados preliminares, todos os ocupantes do avião eram cidadãos russos. O avião, que pertence à companhia aérea Saratov Airlines, desapareceu dos radares minutos depois de decolar do aeroporto internacional de Domodedovo, em Moscou.

O AN-148, que realizava o voo regular 6W 703 com destino à cidade de Orsk, ao sul dos montes Urais, tinha decolado de Moscou às 14h21 (hora local; 9h21 em Brasília).

Logo após ser divulgada a notícia do acidente, foi organizado no aeroporto de Orsk um centro de atendimento psicológico para os familiares dos passageiros do voo 6W 703.

O Comitê de Instrução da Rússia indicou que não descarta nenhuma linha de investigação. "Serão investigadas todas as possíveis causas do acidente: as condições do tempo, o fator humano, o estado do avião e outros desenvolvimentos dos eventos", afirmou a porta-voz do comitê, Svetlana Petrenko.

A Saratov Airlines emitiu um comunicado no qual ressaltou que o capitão da aeronave, Valeri Gubanov, era um piloto experiente, com 5 mil horas de voo, das quais 2,8 mil foram acumuladas em aviões AN-148.

Segundo a companhia, o avião, de matrícula RA-61704, fabricado em 2010, tinha sido adquirido há dois anos. "A operação de busca (na região do acidente) continua. E estes trabalhos permanecerão sem interrupção", declarou o ministro para Situações de Emergência da Rússia, Vladimir Puchkov.

Segundo a pasta, as equipes de resgate conseguiram recuperar uma das caixas-pretas do avião.

O AN-148 é uma aeronave projetada pela empresa ucraniana Antonov para cobrir rotas de média distância, com uma autonomia de voo de 2,2 mil e 4,4 mil quilômetros, dependendo da sua configuração.

Da Agência Brasil

Leia mais...Um avião birreator que levava 71 pessoas a bordo caiu neste domingo (11) nos arredores de Moscou, segundo informou a imprensa local.

O aparelho, segundo uma fonte citada pela agência Interfax, caiu entre as localidades de Arguntsevo e Stepanovo, na província de Moscou. O estado dos ocupantes ainda não foi divulgado.

Moradores da região disseram que viram o avião, modelo AN-148, caindo em chamas. Fontes dos serviços de emergência indicaram que os destroços da aeronave foram avistados desde o ar e que equipes de resgate se dirigem ao local da queda.

O avião, pertencente à companhia Saratovskie Avialinii, desapareceu dos radares poucos depois de decolar do aeroporto internacional de Domodedovo, em Moscou, rumo à cidade de Orsk, ao sul dos montes Urais.

Da Agência EFE

Leia mais...A Embaixada da China no Brasil recebe até o dia 31 de julho inscrições para o concurso de ensaios Eu e a China. Realizada em parceria com o China International Publishing Group, a premiação marca o 40º aniversário da política de reforma e abertura do país asiático.

De acordo com a embaixada, o concurso tem o objetivo de aprofundar a amizade entre Brasil e China e "fomentar o intercâmbio humanístico".

Os autores das duas melhores redações serão premiados com uma viagem à China. Os demais 12 ensaios destacados serão agraciados com produtos eletrônicos.

Os participantes devem elaborar um texto em português, de até 8 mil palavras, descrevendo a relação individual e familiar com a China após a aplicação da política de reforma e abertura e o seu crescimento pessoal e em paralelo com o progresso do país.

Serão aceitas apenas obras individuais, e cada participante só poderá inscrever um ensaio. A obra deve ser original e inédita.

O anúncio dos vencedores está previsto para setembro.

Mais informações sobre o concurso estão disponíveis no site da Embaixada da China.

Da Agência Brasil

Leia mais...A Polícia Federal (PF) prendeu neste sábado (3), em Portugal, o empresário Raul Schmidt, investigado da Operação Lava Jato. No dia 29 de janeiro, a Justiça portuguesa confirmou a extradição de Schmidt para o Brasil e decretou sua prisão. Ele foi encontrado, por volta das 12h30, na localidade de Sabugal, cerca de uma hora de carro da cidade de Lisboa.

O empresário é investigado pelo pagamento de propina a ex-diretores da Petrobras e estava foragido desde 2015. Ele foi preso em Portugal em março de 2016 na Operação Polimento, 25ª fase da Operação Lava Jato. Em razão da cidadania portuguesa, Schmidt estava aguardando o resultado do processo de extradição em liberdade.

A decisão do Tribunal Constitucional de Portugal permitirá que o empresário possa responder pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em território brasileiro. Uma das condições para a extradição é que ele só poderá responder por crimes praticados antes de dezembro de 2011, quando obteve a nacionalidade portuguesa.

A prisão de Schmidt foi resultado de um trabalho conjunto de inteligência entre PF, Ministério Público Federal, Interpol, Adidância da Polícia Federal em Portugal e as autoridades portuguesas.

Da Agência Brasil

 

Leia mais...Um piloto foi morto por terroristas da Al-Qaeda depois de ter o avião russo derrubado na Síria, neste sábado (3).

De acordo com noticiários locais, ao perceber que o caça modelo SU-25 foi atingido, o piloto ejetou e conseguiu pousar na província de Idleb, na região noroeste do país.

Ao ser capturado pelos rebeldes, o piloto teria resistido e atirado contra o grupo, que revidou matando o homem.

De acordo com a TV Zvezda, a aeronave foi atingida por um míssil portátil terra-ar, disparado pelos terroristas em uma região dominada por um braço da Al-Qaeda na Síria.

Leia mais...Cerca de 59 milhões de jovens estão ficando analfabetos em países que enfrentam conflitos ou grandes impactos de desastres naturais ao redor do mundo. O levantamento foi feito pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e envolve jovens dos 15 aos 24 anos. Segundo a diretora-executiva do Unicef, Henrietta Fore, "os números são um lembrete do impacto trágico dessas crises na educação das crianças". A informação é da ONU News.

Segundo Henrietta, um jovem que não consegue sequer se alfabetizar em um país em conflito pode não ter muitas chances na vida. A situação é mais complicada para as meninas e mulheres jovens, já que 33% delas não conseguem ter acesso ao básico do ensino.

A Unicef avaliou as condições em 27 países, incluindo Chade, Níger, República Centro-Africana e Sudão do Sul, onde existem uma longa história de instabilidade, conflitos e altos níveis de pobreza.No Níger, por exemplo, 76% dos jovens são analfabetos. O Unicef lembra que garantir verba para programas educacionais, especialmente durante crises humanitárias, é fudamental para melhorar essas estatísticas.

 Da ONU News

 

Leia mais...O Brasil recebeu 616 solicitações de vistos de norte-americanos na primeira semana de funcionamento do processo eletrônico para simplificar a emissão dos documentos nos Estados Unidos. Desses, 327 já haviam sido emitidos nesta quinta-feira (1º).

A simplificação dos vistos de visita por sistema eletrônico, o chamado e-Visa, começou em 21 de novembro na Austrália. Em janeiro, a medida entrou em vigor para cidadãos do Japão (dia 11), do Canadá (dia 18) e dos Estados Unidos (dia 25).

Ao todo, foram 5.354 vistos de visita solicitados na modalidade eletrônica desde 21 de novembro, nos quatro países. Segundo o Ministério das Relações Exteriores, o sistema foi amplamente aceito na Austrália, país escolhido para iniciar o processo.

Os pedidos por meio eletrônico já representam a maioria das solicitações vindas da Austrália. Foram 3.990 pedidos no período, sendo 3.752 concedidos e 139 pendentes de autorização.

No Canadá foram 458 pedidos, com 308 vistos emitidos e 144 em análise. Já no Japão, os serviços consulares receberam 289 pedidos, sendo que 262 já foram concedidos.

De acordo com o Itamaraty, os consulados nesses quatro países foram responsáveis, em 2016, por 63,74% dos pedidos de visto de turismo e de 58,15% dos vistos de negócios feitos ao Brasil.

O Ministério do Turismo afirma cerca de 570 mil turistas norte-americanos viajam ao Brasil por ano e injetam US$ 710,5 milhões na economia.

Com o visto eletrônico, o visitante desses países terá mais comodidade para solicitar o documento. O processo de solicitação, análise e emissão leva de um a três dias.

Um norte-americano que more longe de uma representação consular, por exemplo, poderá fazer o pedido pelo computador, por um celular ou por um tablet. Ele encaminhará os documentos digitalizados para a empresa responsável pelo serviço, a VFS Global, que fará uma pré-análise e repassará às autoridades brasileiras.

Segundo o diretor do Departamento de Imigração e Assuntos Jurídicos do Itamaraty, Paulo Roberto Soares Pacheco, o e-Visa foi uma solução criativa para facilitar a vida dos turistas sem abrir mão da reciprocidade de países que exigem visto dos brasileiros.

Pacheco ressalta que a medida é eficiente para evitar eventuais fraudes. “O futuro de matéria de visto é o visto eletrônico, porque garante segurança, sobretudo contra fraudes”, disse.

O visto de visita tem duração de dois anos ou pelo período de validade do passaporte. Segundo o Itamaraty, para os vistos de maior duração, é necessário procurar um consulado brasileiro. A modalidade tradicional não foi extinta nesses quatro países.

Mais informações sobre o e-Visa podem ser obtidas no site da VFS Global. (www.vfsglobal.com/brazil-evisa) .

Da Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757