Foto: Timothy A. Clary/AFP
treum
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (19), em seu discurso na Assembleia-Geral da ONU que o regime de Cuba é "corrupto e desestabilizador" e reiterou que não irá retirar o embargo econômico se não houver reformas na ilha. "Não levantaremos as sanções ao governo cubano até que haja reformas fundamentais", destacou Trump. A informação é da EFE.

Em junho do ano passado, em um discurso em Miami, Trump anunciou o "cancelamento" da política de seu antecessor, Barack Obama, para Cuba. O ex-presidente promoveu uma aproximação com o regime de Raúl Castro e normalizou as relações bilaterais entre os dois países, o que propiciou a abertura de embaixadas em Washington e Havana.

As principais mudanças ordenadas por Trump são uma proibição para que as empresas dos EUA façam negócios com companhias cubanas de propriedade ou controladas pelas Forças Armadas Revolucionárias de Cuba e a restrição das viagens de cidadãos americanos à ilha.

"Faremos o embargo ser cumprido", disse na época Trump, reiterando a intenção hoje na ONU.

Da Agência EFE via Agência Brasil

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação