onudireitos

Yukiya Amano, diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), chama os membros da mídia em Viena. (Foto: Dean Calma / AIEA)

O Irã está implementando uma série de compromissos no âmbito do acordo nuclear alcançado com países-chave em 2015, disse o chefe da agência das Nações Unidas para energia nuclear.

“Até o momento, posso afirmar que o Irã está implementando seus compromissos relacionados com a energia nuclear”, disse Yukiya Amano, diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), em declaração ao Conselho de Governadores, um dos dois órgãos políticos da agência cuja sede é em Viena.

O Plano de Ação Conjunto sobre o tema – conhecido pela sigla JCPOA e alcançado por Irã, China, França, Alemanha, Rússia, Reino Unido, Estados Unidos e União Europeia – estabelece mecanismos rigorosos para monitorar os limites do programa nuclear do Irã, ao mesmo tempo em que abre caminho para encerrar as sanções da ONU contra o país.

Segundo a ONU, o plano “representa um ganho significativo para a verificação”.

Amano disse que é essencial para o Irã continuar a implementar plenamente esses compromissos. “Se o JCPOA fracassasse, seria uma grande perda para a verificação nuclear e para o multilateralismo”, alertou.

Ele disse que os inspetores da AIEA tiveram acesso a todos os locais que precisavam visitar.

Em uma coletiva de imprensa no final do dia, Amano deu mais detalhes sobre as atividades da agência no Irã.

“O nosso trabalho de inspeção dobrou desde 2013”, disse ele a repórteres na capital austríaca.

Amano acrescentou que a AIEA instalou cerca de 2 mil selos invioláveis em materiais e equipamentos nucleares, além de coletar e analisar centenas de milhares de imagens capturadas diariamente pelas suas sofisticadas câmeras de vigilância no Irã.

Ele também disse que “o evento mais importante” no calendário da AIEA neste ano é a Conferência Ministerial sobre Ciência e Tecnologia Nuclear, que acontecerá em Viena de 28 a 30 de novembro.

A conferência reunirá ministros, especialistas e técnicos, entre outras pessoas, para considerar como os países podem usar a ciência e tecnologia nuclear para alcançar seus objetivos de desenvolvimento.

A AIEA contribui diretamente para a conquista de nove dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, já que a ciência e a tecnologia nucleares podem ajudar os países a produzir mais alimentos, gerar mais eletricidade, tratar doenças como câncer, gerenciar recursos hídricos e responder às mudanças climáticas.

Da ONU News

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação