guterresChefe da ONU está muito preocupado com a situação em Gaza (Foto: ONU / Eskinder Debebe)

O secretário-geral da ONU, António Guterres, mostrou-se “profundamente preocupado” com os confrontos na Faixa de Gaza, esta sexta-feira, que causaram a morte de pelo menos 15 pessoas e grande número de feridos.

A violência aconteceu durante um protesto palestino, chamado “Marcha do Retorno”, junto à fronteira com Israel.

Investigação

Segundo uma nota do seu porta-voz, “o secretário-geral pede uma investigação independente e transparente a estes incidentes.”

Guterres também pede “a todos os envolvidos que se abstenham de qualquer ato que possa causar mais vitimas, em particular quaisquer medidas que possam colocar civis em risco.”

O chefe da ONU acredita que “esta tragédia sublinha a necessidade de revitalizar o processo de paz, com o objetivo de criar condições para um regresso das negociações que vão permitir que palestinos e israelitas vivam lado a lado em paz e segurança.”

António Guterres tornou a afirmar que “a ONU está pronta para ajudar estes esforços.”

Reunião

Também esta sexta-feira, o Conselho de Segurança realizou uma reunião de emergência sobre o tema, pedida pelo Kuweit.

No encontro, o  secretário-geral assistente de Assuntos Políticos da ONU, Tayé-Brook Zerihoun, avisou que “a situação pode se deteriorar nos próximos dias.”

Zerihoun disse ainda que “Israel deve cumprir as suas responsabilidades segundo a lei internacional humanitária e de direitos humanos” e que “a força letal deve apenas ser usada como último recurso.”

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação