liberiaDurante os 15 anos de atuação a Unmil ajudou a desarmar 100 mil combatentes. (Foto: Unmil/Staton Winter)

O secretário-geral da ONU, António Guterres, felicitou a conclusão do mandato da Missão das Nações Unidas na Libéria, Unmil, que terminou na sexta-feira.

Guterres felicitou o povo e o governo do país da África Ocidental por virar a página da crise e do conflito.

Paz

Num comunicado do seu porta-voz, o secretário-geral também elogiou os esforços do governo para manter a Libéria no caminho da paz e do desenvolvimento sustentável.

O chefe da ONU destacou as contribuições de todos os parceiros no processo de paz, particularmente a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental, Cedeao, que se estabeleceu na Libéria antes da criação da Unmil.

Guterres também expressou o seu agradecimento pela excelente liderança do seu Representante Especial para a Libéria, Farid Zarif, e agradeceu a todos os líderes anteriores da missão.

Prosperidade

Segundo a nota, "o secretário-geral expressa o seu profundo respeito à memória dos 202 soldados da paz que perderam as suas vidas ao serviço da paz durante os quase 15 anos em que aconteceu a missão."

O secretário-geral disse que a ONU continuará presente na Libéria, “com vista a assegurar que a paz conquistada se mantenha e o país e o seu povo continuem a progredir e prosperar.”

A Libéria, o primeiro país independente na África, desfrutou de quase um século e meio de estabilidade antes de cair na violência, enfrentando duas guerras civis entre 1989 e 2003.

Mais de um quarto de milhão de liberianos foram mortos e quase um terço da população foi desalojada.

O Conselho de Segurança da ONU estabeleceu a missão de paz para a Libéria em outubro de 2003.

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação