foto unama fardin waeziCidade de Cabul, Afeganistão (Foto Unama: Fardin Waezi)

A Missão das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, condenou dois ataques suicidas que mataram mais de 20 pessoas e deixaram pelo menos 30 feridos, segundo agências de notícias. Os atentados ocorreram na manhã desta segunda-feira, horário local, em Cabul, capital afegã.

Em nota, a Agência France Press informou que quatro jornalistas perderam a vida nos atentados. Uma das vítimas fatais era chefe de fotografia da AFP em Cabul.

Sofrimento

A Unama menciona que os incidentes tiveram um intervalo de meia hora entre si. O último teria sido para “atingir os jornalistas que chegaram ao local e equipes dos serviços de emergência, que procuravam ajudar as vítimas do primeiro ataque”.

Em nota, a operação de paz condena “nos termos mais fortes possíveis” os atos que ocorreram em áreas densamente povoadas, destacando que o sofrimento humano para as famílias afegãs é incalculável”.

O representante especial do secretário-geral para o Afeganistão, Tadamichi Yamamoto, contou que está indignado com o ataque que “parece ter deliberadamente visado jornalistas”.

Para ele, o incidente ocorre às vésperas do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, este 3 de maio, é um “ataque direto à liberdade de expressão”.

Recuperação

Yamamoto disse que não existe justificativa para tais atos. Ele declarou que aqueles que organizaram e permitiram esses ataques “sejam levados à justiça e responsabilizados”.

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação