onunews

O diretor-executivo do PMA, David Besley, em Bogota, na Colômbia. (Foto: Unic Bogota)

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, realiza uma visita oficial à Coreia do Norte até esta sexta-feira para avaliar as iniciativas e parcerias com a nação asiática na distribuição de comida.

O chefe do PMA, David Beasley, lembrou que a agência tem ajudado a reforçar a segurança alimentar no país além de providenciar alimentos nutritivos para mulheres e crianças norte-coreanas.

Jardins da Infância

Beasley deve conferir de perto as atividades do PMA em escolas e creches. No momento, a agência enfrenta desafios de financiamento na Coreia do Norte.

O diretor-executivo do PMA e ex-governador do estado americano da Carolina do Sul manterá encontros com altos representantes do governo norte-coreano na capital do país Pyongyang.

Beasley também verá de perto o trabalho do PMA em escolas e jardins da infância.

O objetivo da agência é assistir 650 mil mulheres e crianças na Coreia do Norte todos os meses com cereais fortificados e biscoitos nutritivos que possam atender às necessidades alimentares da população.

Rações

A falta de fundos levou o PMA a diminuir a quantidade de rações e, em alguns casos, o serviço foi suspenso.

A viagem do chefe do PMA à Coreia do Norte é parte de uma missão especial à Ásia. Ele também passa por China, Japão e Coreia do Sul.

O Programa Mundial de Alimentos tem se dedicado a salvar vidas em situações de emergência. Além disso, através de seus projetos, a agência tem ajudado a mudar a vida de milhões de pessoas.

O PMA atua em mais de 80 países e ajuda a alimentar 90 milhões de pessoas geralmente em situações de conflitos e desastres.

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação