soldados de paz Soldados de paz da Minusca ONU/Catianne Tijerina

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou o ataque que causou a morte de um soldado da paz da Mauritânia esta quinta-feira na República Centro-Africana.

Segundo uma nota publicada pelo seu porta-voz, o ataque aconteceu quando vários veículos da Missão das Nações Unidas na República Centro-Africana, Minusca, viajavam no sudeste do país.

Ataque

A mesma nota informa que o ataque foi cometido por “presumíveis elementos anti-balaka” e que, além da morte de um soldado, causou o ferimento de outros oito.

O secretário-geral “oferece as suas sentidas condolências à família do falecido, bem como ao governo da Mauritânia.” Guterres também deseja uma recuperação rápida aos feridos.

O chefe da ONU lembra que “ataques contra forças de manutenção de paz das Nações Unidas são um crime de guerra” e pede às autoridades do país que investiguem o caso e julguem os seus responsáveis.

Segundo a nota, “o secretário-geral reitera a determinação da Minusca em proteger os civis e contribuir para a estabilização da República Centro-Africana.”

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação