mulhernotrabalho

Foto: Domínio Público/Pexels

Os direitos das mulheres trabalhadoras foram conquistados com muita luta ao longo da história. Atualmente, na legislação brasileira, diversos direitos são garantidos, sob pena de sanção em caso de descumprimento. No entanto, na prática, ainda é possível verificar a disparidade eles e elas no que se refere a valores salariais. A auditora-fiscal do Trabalho, Sharena Andrade, e o presidente da Associação dos Auditores-Fiscais do Trabalho em Goiás, Rogério Silva Araújo, concederam entrevista exclusiva à Sagres 730 nesta terça-feira (6), no programa Tom Maior. Para Andrade, quanto maior o cargo, maior a diferença nos vencimentos.

“É clara a diferença salarial principalmente nos cargos mais elevados. Saiu uma pesquisa da empresa Catho no ano passado, às vésperas do Dia da Mulher. Ela concluiu que, em cargos de consultor, a diferença é de 62,5%, é uma diferença muito alta. Para cargos de coordenação e gerência, em torno de 58%. A gente vê isso no nosso dia a dia. É muito comum se ver homens ocupando cargos mais elevados de consultores e diretores, e quando há mulher, ela recebe menos”, avalia.

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação