Foto: Reprodução/ Internet
economy
O balanço fiscal do governo de Goiás no fechamento de 2017 registra aumento de 11,7% na receita e nova redução do índice de endividamento, já que a relação entre dívida e receita corrente líquida ficou em 0,92. O resultado confirma a capacidade para contratação de novos empréstimos que financiarão investimentos, como aprovado no fim do ano passado, quando o governo acertou R$ 750 milhões junto à Caixa, divididos entre manutenção de rodovias e investimentos em saneamento.

O secretário da Fazenda, João Furtado Neto, explica à Rádio 730 que a definição de demandas para a contratação de novos empréstimos depende do crivo do vice-governador José Eliton (PSDB). Ele começa explicando a busca do governo por melhorar a nota de crédito de Goiás junto à Secretaria do Tesouro Nacional.

O governador Marconi Perillo deixará o governo em abril, prazo final para que possa se candidatar ao Senado. Com isso, o vice-governador e pré-candidato José Eliton assume o cargo.

Do repórter Rubens Salomão

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação