Foto: Rubens Salomão/Portal 730
termoa
Colocar em prática, desde cedo, atitudes sustentáveis. Esta foi uma das premissas do evento de apresentação do Fórum Íbero Americano de Sustentabilidade 2018, realizado no Palácio das Esmeraldas, nesta terça-feira (12), em Goiânia.

Com a presença de dezenas de jovens aprendizes da Fundação Pró-Cerrado (FPC), o evento apresentou os temas que serão discutidos no Fórum, tanto na primeira edição em Goiânia, quanto nas subsequentes, na Espanha, no Perú e no Panamá.

E eles estão mesmo afiados no compromisso com o meio ambiente. A jovem aprendiz Elissandra Barbosa, já sabe da importância de se colocar em discussão o conceito de sustentabilidade, desde cedo.

“Deve ser muito discutido, é algo que nos afeta diretamente. Nós vemos os impactos aqui mesmo em Goiânia, como a falta de água. Quanto mais for discutido, melhor será para as gerações futuras e para nós mesmos. Se a educação vem de casa, desde o três ou quatro anos, ela será colocada em prática pelas crianças pela vida inteira”, exemplifica.

A jovem aprendiz Analice conta que participa do programa da Fundação Pró-Cerrado há pouco tempo, mas o suficiente para saber o que é preciso fazer para mudar o comportamento em relação aos cuidados com o meio ambiente. “Não desperdiçar água, economizar energia, não jogar lixo na rua. Se nós temos e para outras pessoas está faltando, é porque precisamos nos conscientizar”, pondera.

Termo de Cooperação

Representando o governador Marconi Perillo, o titular da Secretaria de Cidades, Meio ambiente, Recursos Hídricos e Assuntos Metropolitanos (Secima), Vilmar Rocha, assinou o termo de cooperação, selando a parceria no evento de apresentação Fórum Íbero Americano de Sustentabilidade. Ele falou sobre a importância dos debates acerca de atitudes sustentáveis e da escolha da capital goiana para sedia o evento.

“Quanto mais fóruns, debates, discussões, tiver sobre a questão da sustentabilidade, é muito importante. Eu já fui membro da Fundação Popular Íbero Americana, que tratava de uma agenda política. É muito bom que se tenha, na área da sustentabilidade, esta integração, união, essa troca de informações, esse diálogo, com os países da Íbero América. Goiânia é uma cidade muito estratégica no Brasil, quer seja pela sua logística ou pela sua modernidade”, conclui.

Secretário assina termo de cooperação (Foto: Petras de Souza)
termo