Meninas recebem homenagem por projeto Floating Cart, elaborado durante o programa Meninas Superempreendedoras (Foto: Divulgação)
floatingcart
A Rede Pró-Aprendiz realizou nesta quarta-feira (13) o encerramento das atividades das primeiras turmas do programa Meninas Superempreendedoras. A ação, que teve início no dia 17 de agosto, visa promover a capacitação de jovens mulheres no desenvolvimento de metodologias de empreendedorismo no segmento startup.

A cerimônia ocorreu no auditório Rio Vermelho do Centro Convenções, no Setor Central em Goiânia. A coordenadora pedagógica da Rede Pró-Aprendiz, Suzane Aryel, acompanhou de perto as atividades executadas pelas 80 jovens participantes do projeto, ao longos de cinco meses, como elaboração de competências individuais, femininas, além da criatividade e da inovação.

“É maravilhoso ver tudo isso acontecendo. As nossas jovens, o crescimento e a oportunidade que elas tiveram, é muito especial. Elas irão levar isso para o resto da vida, seja particular ou mesmo profissional. Cada tema ao longo do curso teve sua particularidade. Aquelas que realmente aproveitaram o programa vão levar para a vida toda”, relata.

A analista do Sebrae-GO e coordenadora do programa Meninas Superempreendedoras, destaca os trabalhos realizados pelas duas turmas de 40 meninas, cujos trabalhos foram realizados na Fundação Pró-Cerrado, em Aparecida de Goiânia, em encontros semanais.

“Trabalhamos conteúdos transversais com elas, tanto para a vida particular, para o convívio social e para dentro do mercado de trabalho. Vai servir para o futuro delas. Hoje temos aqui o programa ALI, que está fazendo hoje também o encerramento com os jovens que são contratados pelo Sebrae, a partir de uma bolsa com CNPq, para serem agentes locais de inovação. O programa nacional existe há muitos anos. Mais adiante, quem sabe as meninas podem se tornar também ALIs? E tem também os AOEs, que são os agentes de orientação empresarial, que vão até as empresas, são capacitados pelo Sebrae para dar pequenas pílulas de empreendedorismo a empresários”, pondera.

Das 80 participantes, 7 foram homenageadas pela elaboração da melhor proposta ao longo do programa. Com o projeto Floating Cart, as meninas Milena Rodrigues, Ingrid Escobar, Bruna Cristielli, Raisa Fernandes, Ane Caroline, Aline Souza e Raiane Neves, foram homenageadas na solenidade de encerramento.

“Foi uma grande homenagem. Graças ao Sebrae, ao GEED, à Fundação Pró-Cerrado, pela iniciativa deste projeto, pois foi um aprendizado e tanto. Tenho apenas a somar com cada módulo, cada curso, cada momento que tivemos juntas”, afirma a jovem Milena Rodrigues, de 19 anos.

Para Ingrid Escobar, de 16 anos, a inserção no mercado de trabalho, logo após o término do projeto, é apenas uma questão de tempo. “Vamos correr agora para poder colocar tudo isso em prática”, enfatiza.

O Meninas Superempreendedoras é uma iniciativa da Rede Pró-Aprendiz, em parceria com o Sebrae-GO, a Fundação Pan-americana para o Desenvolvimento (PADF) e o Grupo Executivo do Departamento de Saúde do Estado de Goiás sobre Drogas (GEED).

O projeto foi lançado oficialmente no dia 24 de agosto com a presença de centenas de jovens da Fundação Pró-Cerrado (FPC) no auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia.

Ouça na íntegra o Momento Pró-Aprendiz desta quarta-feira (13)

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação