gestante(Foto: Reprodução / Internet)

A gravidez na adolescência é uma realidade no Brasil e em Goiás. Dados da Secretaria Estadual de Saúde de 2017, apontam que em média, um bebê nasce por hora no estado fruto de mães entre 10 e 19 anos.

Sobre este levantamento a gerente especial de Saúde da Mulher, Criança e do Adolescente da Secretaria Estadual de Saúde, Nara de Jesus, alerta. “É um número preocupante, ficamos bem alerta em relação a isso e buscamos intensificação de ações para mudar essa realidade, mas é uma questão que passa muito pela cultura”.

A falta de orientação e informação faz com que esse problema se agrave, de acordo com a gerente de Saúde da Mulher, Criança e do Adolescente, Nara de Jesus, existem barreiras para que essa informação chegue de uma preventiva. “Na realidade, até pelas questões culturais, levar a informação para esse público é desafiador, porque temos questões de vencer algumas barreiras para levar esse tema para ser discutido dentro do ambiente escolar. Precisamos construir algo diferente, que o adolescente entenda que ele precisa de buscar as unidades de saúde de uma forma preventiva, em busca de orientações para essa fase da vida”.

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação