Foto: Portal 730
vilmarrocha
O secretário estadual e presidente regional do PSD voltou a defender a busca de pré-candidatura alternativa para encabeçar o projeto da base aliada ao governo para a eleição do ano que vem. Sem citar diretamente o vice-governador José Eliton (PSDB), definido há três anos como pré-candidato pelo governador Marconi Perillo, Vilmar aponta que o grupo precisa de um nome que possa unir os partidos. A insatisfação de Vilmar com os rumos traçados para a base com vistas à eleição de 2018 não é novidade. O discurso tem sido repetido e, sem o crescimento de José Eliton nas pesquisas, começam a ter maior repercussão entre aliados que mantêm dúvidas sobre a atual pré-candidatura.

Confira a análise de Vilmar Rocha em entrevista exclusiva à Rádio 730.

 Os defensores da pré-candidatura de José Eliton têm fortes e reais argumentos: o vice será governador a partir de abril e disputará a eleição em ano de entrega de obras. Além disso, tem até agora o apoio irrestrito de Marconi Perillo. Internamente, o nome bancado por Vilmar Rocha ao longo de 2017 foi o de Otávio Lage Filho, que também é aceito por parte da base e tem respaldo do setor produtivo.

 A entrevista de Vilmar Rocha à Rádio 730 foi concedida em evento realizado no palácio Pedro Ludovico Teixeira em que foi feito um balanço do programa Goiás Solar. Desde o lançamento do projeto, o estado saltou da 16ª para a 8ª posição no ranking nacional de geração de energia solar. O secretário também destacou o bom resultado do programa.

Do repórter Rubens Salomão

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação