Sagres A Caminho da Copa

Vereadora Cristina Lopes (Foto: Petras de Souza/ Portal 730)
vereadoracristina
A vereadora por Goiânia, Cristina Lopes (PSDB), concedeu uma entrevista exclusiva à Rádio 730, nesta quinta-feira (21). Durante o programa ‘Primeiro Tempo da Notícia’, Cristina falou sobre o andamento da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que apura irregularidades cometidas na Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS).

Na quarta-feira (20) o plenário da Câmara Municipal de Goiânia decidiu prorrogar a CEI por mais 90 dias, sob a justificativa de que são inúmeros os problemas já encontrados pelos vereadores nas várias diligências feitas a órgãos de saúde do município.

Muito criticada, a secretária de Saúde Fátima Mrué disse em recente entrevista ao repórter Gerliézer Paulo, da Rádio 730, que apesar das divergências com os vereadores nunca pensou em deixar a Pasta.

Para Cristina Lopes, as cobranças não deveriam pesar somente em cima dos ombros da secretária, visto que o prefeito Iris Rezende (PMDB) é o responsável pela administração.

Em relação ao clima na Câmara, a vereadora afirmou que, apesar do distanciamento do Paço, somente quatro vereadores são abertamente de oposição.

 

A vereadora também falou sobre os principais pontos do novo Plano Diretor de Goiânia.  Entre os pontos mais polêmicos do Plano está a compactação da cidade, com a permissão para a instalação de arranha-céus em locais densamente habitados.

 

Quanto às eleições do ano que vem, a vereadora confirmou que será candidata a deputada estadual.

 

Acompanhe a entrevista completa: