Sagres A Caminho da Copa

Ministro Gilberto Kassab (Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil)
kassab
Em visita a Goiânia nesta quarta-feira (27), o ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab avaliou o cenário nacional para a disputa à presidência da República no próximo ano.

Kassab, que preside nacionalmente o PSD,  garantiu que trabalha para lançar candidato próprio e o nome seria mesmo o do ministro da Fazenda, o goiano Henrique Meirelles.

Além disso, Gilberto Kassab nega que exista a possibilidade de Henrique Meirelles deixar o PSD e se filiar ao partido do presidente Michel Temer, o PMDB, para sair candidato.

O ministro ainda foi questionado sobre a última propaganda partidária do PSD, em que Meirelles é o centro das atenções, com foco no trabalho de recuperação da economia. Kassab confirma que o ministro da Fazenda é um presidenciável e afirmou que o governador Marconi Perillo também pode ser considerado para candidaturas nacionais.

Por fim, Kassab avaliou o cenário da política em Goiás e deixou os rumos do PSD no estado nas mãos do presidente regional, Vilmar Rocha, mas considera a manutenção da aliança com o PSDB.

Também presente na visita, o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima), Vilmar Rocha, reafirmou o apoio ao longo da história ao projeto do PSDB em Goiás e lançou novos desafios ao grupo.

 Vilmar Rocha detalhou ainda, em discurso, os desafios da atual base aliada para que tenha sucesso na eleição do ano que vem.

Do repórter Rubens Salomão