Tito Amaral (Foto: CNMP/Flickr)
tito
O vice-governador José Eliton (PSDB) anunciou nesta sexta-feira (2) o promotor de Justiça aposentado Tito Souza do Amaral como novo chefe da Controladoria Geral do Estado de Goiás (CGE).

Natural da zona rural da Capela de São João, um povoado extinto do município de Ceres, Atualmente, Tito Amaral advoga atualmente em sociedade com os dois filhos, e é amigo do vice-governador há mais de duas décadas.

Tito Amaral atuou nos 1º e 2º Tribunais do Júri de Goiânia, de 2005 a 2011, e nas Comarcas de Formoso, Posse e Anicuns, de 1995 a 1997, período em que conheceu José Eliton, e nas Turmas Recursais dos Juizados Especiais de Goiânia, de 2007 a 2009.

A escolha de Tito Amaral à frente da CGE pode ser vista como bastante técnica, se observada a experiência como corregedor do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), além de ter auxiliado Demóstenes Torres no Senado.

Membro do Ministério Público do Estado de Goiás desde 1995, Tito Amaral é promotor de Justiça de entrância final, titular da 75ª Promotoria de Justiça de Goiânia, com atribuições perante os 3º Juizado Especial Cível e 6º Juizado Especial Criminal.

Coordenou o Centro de Apoio Operacional do Controle Externo da Atividade Policial (1998) e fez acompanhamento legislativo no Senado Federal (2003/2011) por designação da Procuradoria-Geral de Justiça de Goiás.

Tito Amaral foi professor da Academia de Polícia Civil de Goiás (2001) e da Universidade Paulista – Campus Goiânia (2002/2003).