Sagres A Caminho da Copa

Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730
transportecoletivolarissa
A Câmara Municipal de Goiânia começou a apreciar projeto de Lei apresentado pelo vereador Romário Policarpo (PTC) que obriga as  empresas do transporte coletivo a instalarem detectores de metais em terminais de ônibus de Goiânia. Pela proposta, a obrigatoriedade é para os terminais de passageiros administrados pela Companhia Metropolitana do Transporte Coletivo (CMTC) e também para os terminais do Eixo Anhanguera, administrados pela Metrobus. 

Insegurança

O vereador detalha a situação de insegurança vivenciada pelos usuários do transporte coletivo e aponta a importância da instalação dos equipamentos.

Pelo projeto de lei, serão colocados avisos sobre os riscos do equipamento para os portadores de marca-passo. O vereador ainda explica como seria o procedimento para os usuários que entram no terminal nos ônibus alimentadores. Segundo ele, todas as áreas de desembarque também seriam equipadas com os detectores de metais.

O projeto apresentado na Câmara Municipal prevê que a prefeitura deverá regulamentar e fiscalizar a exigência do detector de metais nos terminais. As despesas com a instalação dos equipamentos devem ser custeadas pelas empresas concessionárias, que são as responsáveis pelos terminais. A reportagem da Rádio 730 entrou em contato com o consórcio das empresas, o Rede Mob, que ainda não se posicionou sobre a proposta.

O projeto de Lei ainda precisa ser aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e em duas votações em plenário antes de receber a sanção ou veto do prefeito Iris Rezende (PMDB).

Do repórter Rubens Salomão