Foto: Reprodução/Whatsapp
cpprebeliaod
No primeiro dia do ano, o cenário é de rebeliões em presídios em diferentes regiões do estado. Duas delas aconteceram nas penitenciárias de Rio Verde, no sudoeste goiano, e em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital.

De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBM-GO), as equipes foram acionadas na tarde desta segunda-feira (01) com diversas viaturas para a unidade de regime semi aberto do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia (CPP).

Foto: Reprodução/Whatsapp
cpprebeliao

Segundo a assessoria da corporação, os detentos atearam fogo em colchões, atingindo um dos pavilhões da unidade. Veículos de resgate a feridos também estão no local.

De acordo com informações preliminares do CBM-GO, ao menos dez detentos ficaram feridos na ação e foram encaminhados para o Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa). Os agentes conta com cinco viaturas, além de apoio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Ainda não houve um posicionamento da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) sobre a rebelião em Aparecida, até esta publicação, tampouco informações oficiais sobre fuga de presos.

Nesta madrugada, seis presos da unidade penitenciária de Santa Helena de Goiás, onde também houve rebelião e nove reeducandos ficaram feridos, seis foram transferidos para o presídio de Aparecida de Goiânia.

Rio Verde

Na madrugada de hoje (01), detentos também fizeram rebelião no presídio de Rio Verde. De acordo com a Seap, por meio de nota, o tumulto aconteceu durante a virada do ano.

Ainda segundo a nota, houve intervenção por parte dos agentes de plantão e os responsáveis foram autuados na Delegacia de Polícia Civil do município. Não há informações sobre feridos, segundo os Bombeiros.

Foto: Reprodução/Whatsapp
cpprebeliaodf

Atualizado às 16h55 para acréscimo de informações