Foto: Arquivo Pessoal/Facebook
radiali
A Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO) informou no final da tarde desta quinta-feira (18), por meio de nota, que vai organizar uma força-tarefa para investigar a morte do radialista Jefferson Pureza Lopes (foto).

O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (17), em Edealina, a 154 quilômetros de Goiânia. Jefferson Pureza Lopes, que trabalhava na Rádio Beira Rio FM, foi morto a tiros dentro da casa onde morava, no município.

Ainda segundo a nota da PC-GO, dois homens invadiram a casa do radialista, que foi alvejado por três tiros. As investigações acerca do crime seguirão em sigilo para o bom andamento dos trabalhos da polícia, e que detalhes serão divulgados oportunamente.