rogerioceniblogdolopes

(Foto: Fortaleza Esporte Clube)

É legal escutar de uma celebridade, como o treinador do Fortaleza, Rogério Ceni, que o Goiás tem ótimos jogadores. Que a longo prazo, vai brigar na parte de cima da tabela. Ceni fez estes “elogios”, após a goleada de 3 a 0 aplicada pelo tricolor cearense ao time esmeraldino, no último dia 13/05. Ceni acrescentou que tentou levar para o seu time, os jogadores Giovanni, Rafinha e Alex Silva, mas os perdeu para o poder econômico da equipe goiana. Ousado, o treinador chegou a sugerir a escalação de alguns jogadores em posições diferentes.

O que tem por trás das palavras de Rogério Ceni? Nem sempre é fácil interpretar elogios manipulativos. Para a diretoria do Goiás qualquer palavra de reconhecimento traz conforto. É um aval indireto ao trabalho dos gestores de futebol. É um testemunho de que as contratações foram certas. Que a esperança está viva. Que o Resultado positivo ainda virá.

Eu sinceramente desconfio dos elogios. Entendo que foram críticas, porque no futebol há um jogo de dissimulação. Acho que Ceni deu um tapa com luva de pelica em seu desafeto, Ney Franco. Quis pressionar o trabalho do técnico esmeraldino. De forma velada, vingou-se dos diretores esmeraldinos ao elogiar denunciando que o Goiás gastou muito para ter os atletas citados. Acho também que foi uma forma simpática de agradecer ao Goiás por livrá-lo destas indicações.

Qualquer que seja a conclusão, o técnico esmeraldino está pressionado, sim. Precisa de dar respostas em campo, rapidamente. Ney disse que tirou lições da goleada sofrida diante do Fortaleza. Não admite a defesa com jogadores altos ser a mais vazada do campeonato brasileiro. Na próxima sexta-feira, 18/05, contra o Guarani, o Goiás terá uma prova de fogo.

logo-sagres

Rua Monsenhor Celso, Quadra Área, Lote 2, s/n - Vila Santa, Aparecida de Goiânia - GO, 74912-590
Telefone: (62) 3216.0730

© Copyright 2006-2018 Sistema Sagres Cerrado de Comunicação