João Rodrigues Cocá, diretor de futebol da Aparecidense, faleceu neste domingo (18), no Hospital Órion, em Goiânia. Cocá lutava contra a Covid-19 há mais de um mês, quando foi internado na UTI e entubado, com o pulmão comprometido. Nos últimos dias, o diretor vinha apresentando um quadro de evolução, mas após uma parada cardíaca, não resistiu e morreu nesta manhã.

O diretor realizava exames da Covid-19, constantemente, junto com os jogadores do clube e, no dia 10 de setembro, tomou conhecimento que estava com o vírus. Após 3 dias do resultado positivo, Cocá começou a ter sintomas e foi internado.

Grande figura da cidade de Aparecida de Goiânia, João Rodrigues Cocá já participou de diversas gestões da Aparecidense, inclusive como presidente do Camaleão. Muito presente na direção do clube, ele acompanhava todos os treinamentos, jogos e viagens da equipe.

Nas gestões de João Rodrigues Cocá, a Aparecidense chegou à final do Campeonato Goiano em duas oportunidades, em 2015 e 2018, sendo vice-campeã para o Goiás em ambas. Já no âmbito nacional, o Camaleão passou a ser um clube sempre presente no Campeonato Brasileiro Série D e na Copa do Brasil, onde conseguiu classificações contra times tradicionais, como Ponte Preta, Sport e Botafogo.

Cocá tinha 54 anos e deixa a esposa, Andréa Marta, e dois filhos, Maria Fernanda e João Victor.