A professora Carolina Espinoza, da província de Guayas, no Equador, será premiada com uma bolsa integral de mestrado.

Espinoza ficou conhecida após pedalar por toda cidade de Playas Villamil, a 520 quilômetros da capital Quito, para chegar aos alunos que não tinham acesso à internet para acompanhar as aulas à distância, em função da pandemia. De máscara, ela carregava todo o material, incluindo uma lousa, para ministrar as aulas.

O vice-presidente Otto Sonnenholzner ficou sabendo da história e decidiu homenagear a professora, que vai cursar mestrado na Universidade Casa Grande, instituição privada que fica em Guayaquil.

Nesta semana, representantes da Universidade visitarão a professora, em Playas, para fazer a apresentação oficial da bolsa que permitirá que ela inicie seu mestrado em Tecnologia e Inovação Educacional em setembro.