Sagres em OFF
Rubens Salomão

Base do prefeito reconquista maioria e CEI da Comurg marca data para relatório final

Os vereadores da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Comurg, na Câmara de Goiânia, aprovaram ontem requerimento com o cronograma final dos trabalhos. De acordo com o calendário proposto pelo relator, vereador Thialu Guioti (Avante), os depoimentos devem continuar até a próxima quarta-feira (17). Depois disso, haverá dedicação à elaboração do relatório final, que tem data para apresentação e votação no dia 30 de maio. A CEI foi instalada em 14 de março, com prazo de 120 dias, prorrogáveis por mais 60 dias.

O fim antecipado ocorre em meio à retomada de articulações do prefeito Rogério Cruz (Republicanos), que voltou a garantir maioria sólida, com 25 vereadores, dos 35 em plenário. Com o secretário de Governo, Jovair Arantes, e o chefe de gabinete, José Firmino, escanteados, as conversas diretas do prefeito com vereadores também retomam maioria do Paço na Comissão. Entre os sete titulares, além de Isaías Ribeiro (Republicanos), Pedro Azulão Jr. (PSB) e Henrique Alves (MDB), a prefeitura passa a contar com o próprio Thialu e com Welton Lemos (Podemos).

O isolamento do presidente da CEI, Ronilson Reis (PMB), pode ficar ainda mais intenso, segundo fontes ouvidas pela Coluna, caso articulações do Paço gerem frutos com o vereador Paulo Henrique da Farmácia (Agir), que, por enquanto, se mantém na independência. O alinhamento de nova maioria na comissão foi sacramentado com a presença do líder do prefeito na Casa, vereador Anselmo Pereira (MDB), na última reunião. O decano contou inclusive com quebra de protocolo na CEI e teve direito à fala.

relatório cei comurg
Foto: CEI da Comurg aprova data para apresentação do relatório final. (Crédito: Rubens Salomão/SagresOnline)

Relatório

Ronilson chegou a questionar a proposta de Thialu, antes de colocá-la em votação na reunião desta terça-feira (09): “Acho prematuro, mas nós somos um colegiado. Então, é o que o colegiado decidir. Mas nós também temos alguns fornecedores para serem ouvidos”, disse.

Extraordinárias

Logo depois, o próprio presidente da CEI voltou a defender a celeridade dos trabalhos. Ele considerou a realização de duas oitivas por reunião, além da possibilidade de realizar reuniões extraordinárias em quintas e sextas-feiras.

Cronograma prévio

“Eu tomei muito cuidado, justamente para colocar no requerimento, que seja feito de maneira previamente. Obviamente, dependendo das oitivas, se elas não forem intimadas e comparecerem, e se tiver que prorrogar esse prazo, assim será feito”, considerou o relator.

Depoimentos

A CEI ainda tem convocações aprovadas para ouvir mais seis servidores da Comurg. O presidente da Comissão deve apresentar hoje requerimento para a convocação de nove empresários, que têm contratos de fornecimento junto à companhia.

Leia mais da Sagres em OFF:

Mais lidas:

Leia também: