Sagres em OFF
Rubens Salomão

Lideranças conservadoras tentam adiar Conferência Nacional de Educação

Sob liderança de evangélicos e integrantes da bancada da bala, um grupo formado por treze frentes parlamentares elaborou uma nota conjunta com críticas ao texto de referência da Conferência Nacional de Educação (Conae). O evento está marcado para ocorrer a partir do próximo domingo (28).

O manifesto circula em grupos de WhatsApp e deve chegar ao ministro da Educação, Camilo Santana. O documento aponta viés político e ideológico no documento divulgado ainda em outubro. “O texto base expõe diversas questões político-ideológicas, sem embasamento científico, ao qual recomendamos a suspensão para que todos os setores econômicos e sociais possam participar ativamente das discussões”, afirma o documento.

As bancadas também demonstram incômodo com a proposta da Conae de ênfase na participação dos movimentos de afirmação da diversidade. E reclamam do uso do que consideram “adjetivos pejorativos” dirigidos a setores não contemplados pela visão dos organizadores da Conferência Nacional.

conferência nacional camilo santana
Foto: Ministro da Educação, Camilo Santana, ainda não respondeu a pedido de prorrogação da CONAE, feito por conservadores. (Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Conferência Nacional

Por fim, recomenda o adiamento da Conferência Nacional de Educação para o segundo semestre de 2024 e a prorrogação do Plano Nacional de Educação em vigor até decisão final sobre o assunto.

Novo plano

“As Frentes Parlamentares signatárias deste documento solicitam publicamente ao Ministério da Educação o encaminhamento ao Congresso Nacional de proposta de prorrogação para evitar qualquer prejuízo à educação brasileira enquanto se constrói um novo plano de maneira democrática, transparente e participativa”, encerra.

Assinatura

Subscrevem a nota contra a Conferência Nacional: Frente Parlamentar em Apoio aos Produtores de Leite; Frente Parlamentar Mista em Prol do Semiárido; Frente Parlamentar pelo Comércio e Serviços. Os presidentes das frentes parlamentares do Empreendedorismo; Livre Mercado; Brasil x Texas; Inovação e Tecnologia em Doenças Raras. Além da Frente Parlamentar da Inovação em Biotecnologia, do presidente da Frente Parlamentar da Segurança Pública; Frente Parlamentar Evangélica; do Sistema Penitenciário. Frente Parlamentar da Agropecuária; Frente Parlamentar da Saúde Digital e Frente Parlamentar Mista de Fiscalização, Integridade e Transparência

Documento referência

A Conae é promovida pelo Ministério da Educação (MEC).  A articulação e a coordenação das conferências são de responsabilidade do Fórum Nacional de Educação. O documento que guia os debates desde as conferências estaduais, distritais, municipais ou intermunicipais foi divulgado em outubro do ano passado.

Proposta

O texto destaca que “a próxima década na educação deve ser pavimentada no exercício, em todas as instituições, espaços e processos, do respeito, da tolerância, da promoção e da valorização das diversidades (étnico-racial, religiosa, cultural, geracional, territorial, físico-individual, de deficiência, de altas habilidades ou superdotação, de gênero, de orientação sexual, de nacionalidade, de opção política, entre outras)”.

Sem resposta

Veículos como a CNN e Veja entraram em contato com o Ministério da Educação para comentar a manifestação dos parlamentares sobre a Conferência Nacional de Educação, mas ainda houve manifestação da pasta.

Leia mais da Sagres Em OFF:

*Este conteúdo está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU)ODS 04  Educação de Qualidade; e ODS 16 – Paz, Justiça e Instituições Fortes.

Mais lidas:

Leia também: